sexta-feira, 21 de outubro de 2011


INTRODUÇÃO

A concordância verbal em português tem sido o fenômeno lingüístico mais investigado nos últimos anos, sobretudo sob a perspectiva da teoria da variação e mudança. No entanto, no ambiente escolar, estudar a concordância verbal é, basicamente, estudar o sujeito, pois é com este que o verbo concorda. Contudo, há uma série de casos e considerações que merecem discussão. Nesse sentido, a aula visa a apresentar alguns casos especiais de concordância verbal, propiciando a reflexão acerca das possibilidades de registro empregadas em várias situações da norma culta.
   Tema/Assunto:
                                                                                                         
Concordância verbal.                                         


   Objetivos:

§  Identificar estruturas sintáticas do português-padrão e não-padrão no que se refere à concordância verbal.
§  Perceber a origem e a significação social dos conceitos de certo e errado em linguagem.
§  Perceber o papel dos objetivos e da situação comunicativa na escolha das variedades lingüísticas de concordância verbal.
§  Reconhecer a norma-padrão de concordância verbal.
§  Avaliar a correção de frases apresentadas, considerando as regras de concordância estabelecidas pela norma-padrão e/ou pela norma culta do português brasileiro.
§  Usar a norma-padrão de concordância verbal em situações comunicativas e gêneros textuais que a exijam.
§  Corrigir textos, observando as normas de concordância estabelecidas pela norma-padrão e/ou pela norma culta do português brasileiro.
§  Produzir textos orais e escritos, observando as normas de concordância estabelecidas pela norma-padrão e/ou pela norma culta do português brasileiro.
§  Desenvolver uma atitude crítica e não-preconceituosa diante das variedades lingüísticas.




   Orientações de como desenvolver a aula:

O conteúdo explorado na aula é bastante extenso. Assim, sugere-se ao professor que divida a apresentação em duas aulas. Pode-se, antes mesmo da apresentação, sugerir aos alunos que pesquisem sobre o tema, para só então apresentar alguns tópicos explorados. O professor pode ainda solicitar aos alunos que, em grupos, pesquisem sobre casos específicos de concordância verbal. Desse modo, os alunos terão como participar ativamente da aula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário