Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

DESENVOLVIMENTO DO PAÍS DEPENDE DA EDUCAÇÃO, DIZ PRESIDENTA

DESENVOLVIMENTO DO PAÍS DEPENDE DA EDUCAÇÃO, DIZ PRESIDENTA

''A Educação é a principal ferramenta para a conquista dos sonhos de cada um e também para que o Brasil continue crescendo, distribuindo renda'', diz Dilma Rousseff


A presidenta Dilma Rousseff disse que o desenvolvimento do país depende da educação. No programa semanal Café com a Presidenta, ela destacou a democratização do acesso ao ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (Prouni). Juntas, as iniciativas contabilizam mais de 300 mil vagas abertas desde o início do ano.
“O desenvolvimento do país depende da educação e por isso esses programas são tão importantes, são tão estratégicos para o jovem, para a sua família e, sobretudo, para o Brasil”, disse. “Nossa intenção é garantir a todos os jovens que queiram frequentar a universidade uma chance, uma oportunidade”, completou.
Dilma lembrou que o Fundo de Financiamento Estudantil (Fie…

ESCOLA NÃO PODE FICAR À MARGEM DA EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA, DIZ MINISTRO

ESCOLA NÃO PODE FICAR À MARGEM DA EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA, DIZ MINISTRO O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse, que a velocidade tecnológica é muito maior do que a capacidade que a escola tem de processá-la. Apesar disso, segundo ele, a escola não pode ficar à margem da evolução tecnológica.

O ministro anunciou que o Ministério da Educação vai investir, este ano, cerca de R$ 150 milhões na compra de 600 mil tablets para uso dos professores do ensino médio de escolas públicas federais, estaduais e municipais. A tecnologia, afirmou, vai ser tão mais eficiente quanto maiores forem os cuidados pedagógicos e quanto maior for o envolvimento dos professores no processo.

“Estamos definindo que, na educação, a inclusão digital começa pelo professor”, disse Mercadante. Para isso, o MEC já formou mais de 300 mil professores em tecnologias da comunicação e informação, em cursos de 360 horas. Além disso, o serviço de internet banda larga foi …

PISO PARA PROFESSORES VAI A R$ 1.451,00

PISO PARA PROFESSORES VAI A R$ 1.451,00 O Ministério da Educação divulgou na tarde desta segunda-feira (27) que o piso salarial nacional dos professores será reajustado em 22,22% e seu valor passa a ser de R$ 1.451,00 como remuneração mínima do professor de nível médio e jornada de 40 horas semanais. A decisão é retroativa para 1º de janeiro deste ano. Segundo o MEC, a correção reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de 2011, em relação ao valor de 2010. O piso aplicado em 2011 foi de R$ 1.187, e em 2010, de R$ 1.024.
A aplicação do piso é obrigatória para estados e municípios de acordo com a lei federal número 11.738, de 16 de junho de 2008. Estados e municípios podem alegar não ter verba para o pagamento deste valor e, com isso, acessar recursos federais para complementar a folha de pagamento. No entanto, desde 20…

JORNADA PEDAGÓGICA ITAMARI -BA , 2012

JORNADA PEDAGÓGICA ITAMARI -BA , 2012 A  Secretaria da Educação e Cultura, iniciará a Jornada Pedagógica com o tema: “Afeto, Compromisso e Transformação: Por uma educação de valores.” O objetivo é planejar o ano letivo de 2012, buscando melhoria e desenvolvimento das unidades escolares da rede Municipal.
PROGRAMAÇÃO:
Dia 03/03 – Abertura da Jornada Pedagógica Local: Rodeio Ornélio Freire de Carvalho Horário: 19:30
Tema: “Afeto, Compromisso e Transformação: Por uma educação de valores.” Palestrante: Profª  Elineuza Bastos dos Santos. Pedagoga, Pós-Graduada em:                         Metodologia do Ensino Superior e Educação Infantil
Dia 05/03 – Oficinas
Horário: Das 08:00 às 12:00               Das 14:00 às 17:00
Creche e Educação Infantil
►No mundo da imaginação: A Arte de Contar Histórias.  ►O Educador, Suas Emoções e a realização da Criança.
Ensino Fundamental I
►Um novo olhar para o ensino da língua: Novas ferramentas para o trabalho prático. ►A hora e a vez da matemática na escola!
Ensino Fun…
O professor Rui considera equivocada proposta de reduzir piso nacional dos professores15 de fevereiro de 20120






APLB-Sindicato considera equivocada proposta de reduzir piso nacional dos professores
A notícia de que o governador Jaques Wagner, da Bahia, juntamente com os colegas dele Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro, Cid Gomes, do Ceará, Renato Casagrande, do Espírito Santo, e Antonio Anastasia, de Minas Gerais, estariam articulando para que o deputado Marco Maia (PT-RS), presidente da Câmara Federal, colocar em votação projeto que reduz o piso nacional dos professores, causou surpresa e indignação nos meios educacionais baianos. O pedido ocorreu durante a posse de Maria das Graças Foster na presidência da Petrobras, segundo nota do jornal O Globo, que foi repercutida pelo Teia de Notícias  (clique aqui e veja).
Para o coordenador geral da APLB/Sindicato, professor Rui Oliveira, a proposta é completamente equivocada e vai na contramão do Plano Nacional da Educação do governo fe…

WAGNER PEDE REDUÇÃO NO PISO NACIONAL DOS PROFESSORES

WAGNER PEDE REDUÇÃO NO PISO NACIONAL DOS PROFESSORES O governador Jaques Wagner quer comprar briga com mais uma categoria do funcionalismo público baiano. O gestor pediu ao presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT), para colocar em votação o projeto que reduz o piso nacional dos professores. O pedido ocorreu durante a posse de Maria Graças Foster na presidência da Petrobrás, segundo nota do jornal O Globo.  O piso nacional dos professores é uma luta antiga da classe educadora, que foi aprovada no parlamento e sancionada no Executivo. O reajuste em 2012 será de 22%, mas o governador quer que o aumento seja de apenas 6%. Também pediram a redução do reajuste os governadores Sérgio Cabral (RJ), Antonio Anastásia (MG) Cid Gomes (CE) e Renato Casagrande (ES). O governador já saiu arranhado em alguns episódios envolvendo o funcionalismo público, como o corte no Planserv, o não pagamento da URV, a recente greve na Polícia Militar, dentre outros. Fonte: Teia de Notícias - P…