Postagens

Mostrando postagens de 2012

Peça de Teatro - Proclamação da República

Imagem
ATENÇÃO PARA A EXPLICAÇÃO DA ATIVIDADE
Esse texto é um ensejo para desmentir alguns pontos. Importante que a professora aponte os ERROS desse texto, ensinando aos alunos que não há incompatibilidade alguma entre a monarquia e a democracia. Mostrar que algumas das maiores democracias hoje em dia, como Canadá, Noruega, Suécia, Reino Unido, Japão, Austrália, Nova Zelândia, Mônaco, dentre outras, são todas Monárquicas. Em contrapartida, algumas das maiores ditaduras do mundo, como China, Coreia do Norte, Angola, Cuba, Guiné Equatorial, Sudão, Chade, apenas para citar alguns, são todos presidencialistas, parlamentaristas, republicanos. CABE AO PROFESSOR ensinar que o regime de governo não define se o país é uma democracia, ou uma ditadura. Apenas para citar um, o Vaticano, que também é um país independente, possui um governo centralizado, totalitário e teocrático, no entanto, o governante é eleito por um colégio de cardeais.

9º ano PROGRAMAÇÃO ANUAL LÍNGUA PORTUGUESA

LÍNGUA PORTUGUESA e PRODUÇÃO TEXTUAL CONTEÚDOS – Gêneros Textuais: • Conto Psicológico • Conto Social • Crônica Esportiva • Conto de amor • Poema Reflexão Linguística: • Período Composto por Coordenação • Período Composto por Subordinação • Orações Subordinadas Substantivas • Orações Subordinadas Substantivas Desenvolvidas e Reduzidas • Pronomes Relativos • Orações Subordinadas Adjetivas — restritivas e explicativas Questões de Escrita: Ortoépia e prosódia Processos de coesão referencial e sequencial: articuladores anafóricos e catafóricos Questões de Linguagem: o processo de criação através da linguagem subjetiva e literária Gêneros Textuais: • Reportagem • Propaganda • Texto dramático • Conto Reflexão Linguística: • Orações subordinadas adverbiais; • Concordância Verbal;

9º ano PROGRAMAÇÃO ANUAL LÍNGUA PORTUGUESA

JUSTIFICATIVA Você experimentará as delícias de se viver na fronteira entre oSerá este um período fundamental e o médio, entre as meninices e as responsabilidades do mundo adulto. Não fique tenso, pois a leveza continuará nos acompanhando, já quefaremos votos de companheirismo, de descobertas, e de dedicação. Juntos,podemos ler o mundo melhor e em especial a dinâmica das cidadescontemporâneas, ampliar nosso leque de acesso à linguagem nas suas maisdiversas facetas, possibilidades e variedades, mas também devemos brindar oano nos deliciando com a subjetividade dos textos literários. Você não achaque teremos ano, ao menos, interessante? PROGRAMAÇÃO ANUAL Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor de arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação como todo [o tempo já vivido(mal vivido ou talvez sem sentido) para você ganhar um anonão apenas pintado de novo, remendado às carreiras,mas novo nas sementinhas do vir-a-ser, novoaté no coração das coisas menos[percebidas(a começar pelo seu inter…

ROTINA - ATIVIDADE II

Imagem
.......... Vida curta, miséria muita.    Filhos, netos, genro    Nora, cachorro e sogra   Um bolo só. Grande tristeza, num ostracismo   Um corpo forte, almeja um salto   Da alma pura, no mundo bruto   Na vida dura, força não há. Pro trabalho, quando se tem   A pé, de ônibus, até de trem.   Sacolejando sem qualquer plano   Parece gente, mas, de repente,   É coisa humana, na multidão. Sobe-desce, desce-sobe   Suor e lágrima e muito sangue   Embrutece e molda a massa humana   Cal, cimento, areia e dor.   Desce-sobe, sobe-desce   Imensa escada   Rumo ao céu. Finda o mês, antes o salário   Feira não fia, foge de vez.   Faltando arroz, feijão e sonhos   Esperança e pão   Escassa a vida agora mais.   Sair, beber, embriagar,   Fugir, mudar. Talvez morrer.   Brigar por tudo também por nada   Com todos e qualquer um.   Voltar, xingar, esbravejar,   Deitar, dormir.   No outro dia,   Recomeçar. Texto retirado do livro: "Horizonte Noturno” PRIMEIRA QUESTÃO TODAS AS IMAGENS ABAIXO SE RELACIONAM COM O POEMA EXCETO: .

Dia Nacional Da Consciência Negra

Imagem
No dia 20 de novembro comemora-se o Dia Nacional da Consciência Negra, em homenagem à morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares. O quilombo era uma localidade situada na Serra da Barriga, onde escravos se refugiavam. Com o passar dos anos, chegou a atingir uma população de vinte mil habitantes, em razão do aumento das fugas dos escravos. Os escravos serviam para fazer os trabalhos pesados que o homem branco não realizava, eles não tinham condições dignas de vida, eram maltratados, apanhavam, ficavam amarrados dia e noite em troncos, eram castigados, ficavam sem água e sem comida, suas casas eram as senzalas, onde dormiam no chão de terra batida. Muitas pessoas eram contra essa forma de tratar os negros e várias tentativas aconteceram ao longo da história para defender seus direitos. Em 1871 a Lei do Ventre Livre libertou os filhos de escravos que ainda iriam nascer; em 1885 a Lei dos Sexagenários deu direito à liberdade aos escravos com mais de sessenta anos. Ma…
Imagem
Imagem

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

Professora: ----------------------------------------------------- Disciplina: Língua Portuguesa Aluno: ________________________________ 7º ANO Aparecem novos casos Cinco novos casos de febre maculosa foram identificados no Rio de Janeiro depois que a doença foi confirmada como causa da morte do superintendente da Vigilância Sanitária Fernando Villas-Boas. A doença também provocou a morte do jornalista Roberto Moura e a internação de um professor aposentado, um menino de 8 anos e uma turista. Em São Paulo, uma garota de 12 anos morreu em decorrência da doença. Ela foi picada por um carrapato quando passeava em um parque. (Época, nº 391, nov. 2005.) 01 - De acordo com as informações do texto acima, assinale a alternativa correta. a) O texto não aponta a forma provável como a vítima paulista contraiu a febre maculosa. b) Todas as vítimas da febre maculosa morreram. c) As vítimas fatais da febre maculosa foram inf…

Inventário

01) Que critério usa o poeta para classificar as diferenças entre os “vários utensílios” que “povoam o escritório”? a) o objetos são apresentados separadamente e em detalhes b) o escritório se mostra um “mundo” a parte com personagens sem vida, mas presentes na memória do autor c) a classe d) os objetos são apresentados com características humanas e) a vontade própria de cada um 02) Que palavra resumiria a resposta da questão 01? a) metáfora b) metonímia c) hipérbole d) hipérbato e) antonomásia 03) Por que a classificação da questão 01destoa, foge tanto de nossa percepção? a) porque a “viagem do autor” é propriamente intima b) porque a significação não lhes é própria c) porque o texto possui um grandessíssima liberdade poética d) porque não caberia falar do sentido correto dos utensílios num poema e) nra 04) Como é apresentada a presença humana em meio ao ambiente da repartição? a) como dejetos b) como utensílios c) como armas submissas d) como peças e) como indiscretos Figuras de Linguagem 05) Marque a alter…

Inventário

Imagem
Inventário Povoam o escritório vários utensílios uns bastante sóbrios outros indiscretos Por exemplo:a mesa é sóbria.Rumina todos os papéis no oco das gavetas O que a mesa expele para a superfície é simples dejeto livrede mistério O arquivotambém é móveldiscreto e dizmuito pouco de interesse humano A caneta,o lápis o papel, o cesto são só instrumentos sem vontade própria Dois os indiscretos: minhas duas mãos úlcera no estômago da repartição Aparentemente peças quase iguais às demais:os mesmos modos funcionais Contudo é preciso vê-las em sua marca: no rastro dos dedos no selo do gesto. Ali onde transgridem a ética da classe que proíbeos objetos de serem pessoais Onde desconhecem o acordo em vigor que as coisas transforma em armas submissas Não pactuam – hostis minhas duas mãos acidulam o ar da repartição.
ALVIM, Francisco. Amostra grátis. In:Poesias reunidas (1968-1988). São Paulo:Duas Cidades, 1988. por