Pular para o conteúdo principal

Exercícios sobre trovadorismo

Na canção “Atrás da porta” Chico Buarque nos remete as cantigas trovadorescas. Que tipo específica de cantiga ele nos remete? Justifique sua resposta. Na canção “Atrás da porta” Chico Buarque nos remete as cantigas trovadorescas. Que tipo específica de cantiga ele nos remete? Justifique sua resposta. Remete as cantigas de amigo, uma vez que fala sobre a partida da pessoa amada, com um eu-lírico feminino (apesar de ser escrita por um homem), características típicas de uma cantiga de amigo. “Ai, flores do verde ramo, Se sabedes novas do meu amado? Ai, Deus, e u é?” Escreva as palavras que completam os espaços: Os versos acima pertencem a uma CANTIGA , característica do Trovadorismo português, estética literária dos séculos XII, XIII e XIV. Nas cantigas de amor, a) o trovador expressa um amor à mulher amada, encarando-a como um objeto acessível a seus anseios. b) o trovador velada ou abertamente ironiza personagens da época. c) o “eu-lírico” é feminino, expressando a saudade da ausência do amado. d) o poeta pratica a vassalagem amorosa, pois, em postura platônica,expressa seu amor à mulher amada. e) existe a expressão de um sentimento feminino, apesar de serem escritas por homens. Marque V para verdadeiro e F para falso. ( f ) As cantigas de mal dizer e de escárnio pertencem a lírica trovadoresca. ( f ) As cantigas de amigo possuem um ambiente palaciano e o eu-liríco é feminino, apesar de serem escritas por homem. ( v ) As cantigas de amor possuem um ambiente palaciano e suas características principais são a vassalagem amorosa e a coita de amor. ( v) A canção da Ribeirinha iniciou o trovadorismo português. ( v) As cantigas de amigo, em geral, possuem um eu-lírico feminino, apesar de serem escritas por homens. A temática principal, quase sempre, é o sofrimento da mulher pelo amado que partiu. Assinale a alternativa incorreta a respeito do Trovadorismo em Portugal. a) Durante o Trovadorismo, ocorreu a separação entre poesia e a música. b) Muitas cantigas trovadorescas foram reunidas em livros ou coletâneas que receberam o nome de cancioneiros. c) Nas cantigas de amor, há o reflexo do relacionamento entre o senhor e vassalo na sociedade feudal: distância e extrema submissão. d) Nas cantigas de amigo, o trovador escreve o poema do ponto de vista feminino. e) A influência dos trovadores provençais é nítida nas cantigas de amor galego-portuguesas. “Coube ao século XIX a descoberta surpreendente da nossa primeira época lírica. Em 1904, com a edição crítica e comentada do Cancioneiro da Ajuda, por Carolina Michaëlis de Vasconcelos, tivemos a primeira grande visão de conjunto do valiosíssimo espólio descoberto” (Costa Pimpão) a) Qual é essa primeira época lírica portuguesa? Canção da Ribeirinha b) Que tipos de composições poéticas se cultivavam nessa época? Cantiga de amigo, amor, escárnio e maldizer Assinale a alternativa incorreta a) Na cantiga de amigo, o “eu-lírico” feminino lamenta a ausência do amigo distante; b) Na cantiga de escárnio, a sátira é feita indiretamente e usam-se a ironia e as ambigüidades; c) Na cantiga de maldizer, o erotismo pode estar presente; d) Na cantiga de amor, o apelo erótico é purificado e ocorre a idealização do amor; e) Na cantiga de amigo, usa-se o refrão, mas não existe paralelismo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PLANO DE AULA: TEMA - VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS

PLANO DE AULA: TEMA - VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS Plano de aula Língua Portuguesa


Tema: Variações Linguísticas



Tempo: 12 aulas.




OBEJETIVOS:
- Refletir sobre as variações da língua no decorrer do tempo. - Valorizar as diferenças culturais e linguísticas. - Usar a linguagem com autonomia e sem preconceitos



Materiais utilizados e disponíveis neste planejamento.


Textos variados; Filme – Tapete Vermelho Exercícios variados Avaliação da aprendizagem

1ª Aula: (momento descontração)
Leitura dos seguintes textos. I - Declaração Mineira de Amor aos Amigos...
Declaração Mineira de Amor aos Amigos.... Amo ocê ! . Ocê é o colírio du meu ôiu.
É o chicrete garrado na minha carça dins.
É a mairionese du meu pão.
É o cisco nu meu ôiu (o ôtro oiu - tenho dois).
O rechei du meu biscoito.
A masstumate du meu macarrão.

PLANO DE AULA DO 6º AO 9º ANO

CADERNO DE: PLANOS DE AULA



01
Tema: DESENVOLVIMENTO DO GOSTO PELA LEITURA
II OBJETIVOS
Identificar o ritmo, a sonoridade, a musicalidade e expressividade presentes no texto. -desenvolver as habilidades de ler, ouvir e interpretar o texto

III – Síntese dos procedimentos

-Cantar com os professores

-Interpretação escrita do texto.

Leitura ora e do texto (música: E vamos à luta, de Gonzaguinha) pelos professores e pelos os alunos.
-Ouvir com atenção a letra cantada.
-Cantar com os professores.
-Interpretação oral do texto.

IV – Recursos
-Professores
-Alunos
-Aparelho de som / Piloto / Som

02

Tema: PRODUÇÃO DE TEXTO (Quem Conta um Conto )

II - Objetivos
-Criar oportunidades para que os alunos descubram a expressão escrita como forma de comunicação e de interlocução.
-Despertar o interesse dos alunos para usar a escrita como uma maneira de ter uma visão de mundo mais abrangente e dinamizada.

III – Síntese dos procedimentos
-Discutir as expectativas e previs…